A Ruiva Popstar – Alice Clayton

LIVRO 3 – SÉRIE REDHEAD

O livro

A Ruiva Popstar ou The Redhead Plays Her Hand – título original – é o terceiro e último livro da série, ou melhor, trilogia Redhead da autora Alice Clayton, publicado no Brasil pela editora Universo dos Livros. O livro definido como literatura americana e romance erótico, é composto de 224 páginas e vinte e um capítulos, sendo o menor dos três livros.

Este livro traz, portanto um certo desfecho no romance de Grace e Jack, bem como na vida dos amigos da personagem principal e narradora da história que a todo instante estão presentes na narrativa – Michael e Holly. Há novos fatos, novos personagens, novos dramas, novas dificuldades, e um pouco menos de erotismo que nos demais dentro de um contexto numérico.

Sobre a obra

Nos livros anteriores foi possível definir uma Grace Sheridan como uma mulher um tanto perturbada devido a “traumas” do passado relacionados principalmente a peso, homens e sua carreira; e um Jack mais maduro, calmo e centrado. Todavia, neste livro cheio de reviravoltas, temos uma mulher mais velha aprendendo a lidar com suas emoções e um homem mais novo enlouquecendo com a fama.

Sobre a Grace neste livro é possível dizer que ela está mais madura sim em relação ao relacionamento com Jack, mas também nem tanto assim, ao ponto que ela não consegue conversar com ele direito, e releva muito das suas atitudes com a desculpa que dá a si mesmo “ele só tem vinte e quatro anos”. Temos também uma carreira se abrindo a ela, mas que exige algumas coisas, como a perda de peso em pouquíssimo tempo.

Já a vida de “George” está insana. Com a gravação de um novo filme, filmado no deserto, Jack passa muito tempo longe de Grace e saindo basicamente todas as noites para baladas e bebedeiras juntamente com um amigo de filmagem, chamado Adam Kasen que é conhecido pela má reputação profissional. Não sabendo lidar com a fama gerada através do personagem no filme “Tempo”, o cara está realmente perdido e explosivo.

O casal está no dilema de fugir dos papparazzi que se multiplicam a todo instante frequentemente, e rotinas completamente opostas, já que agora, Sheridan também está criando sua própria carreira e fama – fama esta que gera muitos altos e baixos durante o livro todo.

A história não se esquece de seus personagens secundários como a Holly – amiga e agente do casal – e de Michael – amigo de faculdade e produtor do musical, agora série de TV “Mabel, Instável?” – possuindo desfechos que não atrapalham no desenvolvimento da história, bem pelo contrário, auxiliam.

Minha opinião

Devo começar dizendo que o ponto que mais questionei nos outros dois livros – a edição – esta melhor aqui, contendo pouco ou quase nenhum erro de concordância nas frases e continuações das tramas.

A história continua incrível e a meu ver esta bem carregada de dramas sociais reais, como a aceitação do seu próprio corpo, que leva a desenvolver opiniões durante a leitura, do tipo, ou você se indigna com os hatters ou você concorda com eles. Claro que não é necessário se impor sobre um ou outro lado, mas a trama fica mais envolvente se assim o leitor o fizer.

As reviravoltas do livro são pertinentes e plausíveis, ou seja, é um começo, meio e fim bem claros e aceitáveis se você for pensar dentro de um contexto amplo dos três livros. Mas, me incomodou um pouquinho o modo submissivo demais que a personagem Grace e a personagem Holly lidavam com as situações, pois eu acredito que se desvia um pouco demais da construção das duas personagens. De qualquer maneira, é uma super série, que eu super indico por ser fácil de ler e por ter se estendido no tamanho certo.

A autora

Alice Clayton é americana e começou a escrever aos trinta e três anos de idade, e desde então, vem lançando diversas séries de livros eróticos, como a trilogia de Redhead – A Ruiva Misteriosa (livro 1) e A Ruiva Revelada  (livro 2); E a série Cocktail, composta de cinco livros: Subindo pelas paredes (livro 1), Arranhando as paredes (livro 2), Derrubando as paredes (livro 3),  Mai Tai’d Up (livro 4 – sem tradução ainda) e Last Call  (livro 5 – também sem tradução ainda).

Sua opinião

Você já leu este livro? Conta pra mim se ele está na sua lista de leituras desejadas ou já lidas, e se já leu, o que achou.

Publicado por

Literalmente Adicto

Viciada em livros, boas histórias, pets e chocolate! Administradora de formação, leitora por amor!

Um comentário sobre “A Ruiva Popstar – Alice Clayton”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s